Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diario de uma emigrante

Um blog, de auto-ajuda, criado para partilhar a minha experiencia de vida e o meu dia-a-dia. Contado na primeira pessoa, enquanto emigrante, na Republica da Irlanda, desde 2005.



Quinta-feira, 18.07.13

Jantar de Turma 11-L

Ha ja alguns dias que tenho pensado no que representaram estas ferias de 2013, no Porto, ou alias, na Maia.
E ha algumas palavras chave que me vem imediatamente a ideia.
Palavras como AMIZADE.
Ja devem ter percebido que nao sou de revelar nomes, no meu diario.
Sei e tenho a nocao, que e lido por algumas pessoas, que sao ainda, so, minhas conhecidas e por outras ainda, que leem ocasionalmente as minhas palavras, mas que nao comentam ou nao querem admitir que o fazem.
Desde ja o meu obrigada a todas elas.
Ha no entanto, alguns momentos destas ferias que vou partilhar aqui.
Tive o privilegio de poder estar num Jantar de Turma... 20 anos depois!!!
Foi bem no inicio das ferias, e mudaram-nas, por completo.
Foi como ir comer um Corneto, num dia de Verao e acabar por se deliciar com um Gelado de Taca, com duas ou tres bolas, do melhor gelado, que ja imaginaram, com direito a Chantilly e Topping, a nossa escolha.
Uma autentica Maravilha!!!
Mas que Jantar...
Vou arriscar dizer, que duvido, que alguem tenha ficado indiferente, das quase 20 pessoas, que ainda se conseguiram juntar a uma mesa.
Mas vou falar por mim.
Senti uma cumplicidade, como nao consigui sentir, ao longo destes vinte anos, com muita gente.
Senti que fui para casa com uma vontade de estar com os meus amigos novamente.
Amanha se fosse possivel!
Senti que a ideia de nos reunirmos numa escolinha, no proximo ano, faz todo o sentido.
Senti que deveria ser uma tarde e nao uma noite.....uma noite soube a muito pouco!
Nao acredito que tivesse existido alguem que se lembre muito bem do que comeu, pois estavamos la uns pelos os outros e nao pela comida.
(Ja agora a maioria, comeu vitela...) ihihihihih
Estar com cada um deles, soube a tao pouco, que chega a doer, um pouco, no peito.
Fiquei com sede (nao, nao estou a falar das caipirinhas...).
Sede de ouvir as suas historias, de como a vida os tinha tratado, de como eles deram um pontape a vida.
Nos momentos dificeis e naqueles todos em que nao estive la. E nao vi.
Fiquei nostalgica.
Apeteceu-me ter um comando magico na mao, e parar o tempo.
So nao sei se parava o tempo naquele sabado, para podermos colocar, toda a conversa em dia; ou, se parava simplesmente o tempo.
Talvez, esse comando magico, me permitisse assistir, num ecran com 20 canais (um para cada um de nos!) ao desenrolar de 20 anos a cada zapping.
Mas talvez seja melhor que tal comando nao exista.
Afinal a melhor parte foi e tem sido tentar fazer esse zapping em tempo recorde.
Com alguns dos amigos a serem verdadeiras redescobertas.
Outros, sem duvida, a serem sempre tao eles proprios, que ate me mete confusao.
Nao mudaram com a idade, com o passar dos anos ou ate mesmo com a vida, como seria naturalmente de prever.
Alguns estao ainda mais humanizados, do que outrora.
Meninos e meninas ADOREI estar e falar com cada um de voces.
Rapazes......que bonitos Homens se tornaram!
Raparigas.....que lindas Mulheres voces estao!
E faco, assim, parte, orgulhosamente, desta Geracao Vinho Do Porto!
Quantos mais velhos, melhores! ihihihihihihihit
Beijinhos

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diario de uma emigrante às 15:49


1 comentário

De Anónimo a 20.08.2013 às 11:20

Foi um sucesso..o teu jantar .....ainda bem que se sentiram cumplices uns dos outros

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031