Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diario de uma emigrante

Um blog, de auto-ajuda, criado para partilhar a minha experiencia de vida e o meu dia-a-dia. Contado na primeira pessoa, enquanto emigrante, na Republica da Irlanda, desde 2005.



Quinta-feira, 06.03.14

3 Pilares para 3 Pilas

Sou uma mae deficiente!!!

Nao bato bem da bola, como se diz na giria.

Tenho apenas 2 ouvidos e 2 olhos.

Mas mesmo assim, resolvi ter 3 filhos.

Tenho apenas 2 bracos e 2 pernas.

Mas mesmo assim, resolvi ter 3 filhos.

So tenho 1 boca. Mas a minha mae ensinou-me que e para falar metade daquilo que ouvimos...

Tenho apenas 1 nariz, que por sinal esta dividido em 2...

Mas mesmo assim, resolvi ter 3 filhos.

Tenho apenas 2 maos e 2 pes.

Mas mesmo assim, resolvi ter 3 filhos.

Escondo 1 segredo.

Mas hoje resolvi partilha-lo, aqui.

Foi EXATAMENTE tendo a nocao que EU NAO TINHA 3 bracos, ou 3 pernas, ou 3 maos, ou 3 pes, ou 3 ouvidos, ou 3 bocas, ou 3 olhos, que chegassem para os meus 3 filhos, QUE RESOLVI ter... 3 filhos!!!

Foi EXATAMENTE quando tive a consciencia, de que ia errar, de que eu nao era suficientemente perfeita, aos olhos da sociedade de hoje, que me apercebi, que ninguem iria ser suficientemente perfeito, para educar uma crianca.

Que pelo contrario, que quanto mais essa crianca estivesse no centro das nossas atencoes, pior seria para ela.

Com as exigencias da sociedade de hoje, ter apenas um filho, seria minar a sua educacao, de negligencia. As atencoes, estariam inevitavelmente centradas apenas e somente nele. Nao o deixaria crescer livremente, como merecia.

O meu JP merecia muito mais!!!

Depois de ter perdido a Leonor, percebi que os filhos nao sao meus, mas apenas ''um genero de testes'' que Deus nos permite realizar em nossas vidas.

Nao tenho, nem nunca terei, que saber as listas com as 10 melhores coisas que um pai ou mae pode ser, ou fazer, pelos seus filhos.

Reconhecer que nunca seria suficientemente boa mae, aos olhos de alguma da sociedade portuguesa (e nao so) de hoje, independentemente de ser ''invalida'' fisicamente para ter tres filhos, ou psicologicamente para educar tres filhos.

As coisas nao acontecem por acaso e devemos dar mais atencao aos nossos instintos.

Segui entao o meu instinto e percorri aquele sonho que estava em mim, desde menina.

Ter 3 filhos.

Sabia que a unica coisa que a sociedade me podiam acusar era de AMOR em exagero.

Sabia que falta de AMOR eu nao teria para com os meus 3 filhos.

Tive que conscientemente analisar se eu achava que eles teriam falta de comer.

Percebi que tambem nao. Falta de comer tambem nao teriam, segundo as minhas previsoes.

Podiam vir a ter falta de outras coisas, que a sociedade, quer a todo custo, que acreditemos que sao importantes.

Mas percebi que ha 3 coisas fundamentais, para se ter um filho.

EDUCACAO, COMER E AMOR.

Os 3 pilares para os meus 3 pilas. ihihihi

Todas elas eu sentia-me e sinto, cada vez mais, capaz de lhes dar.

Todas elas se devem dar em casa.

Receber alguma delas nas escolas ou semelhantes, deveria ser apenas entendida, como um bonus.

Percebi tambem que o meu desafio como mae, nao era apenas dar-lhes os 3 pilares, mas sobretudo assegurar-me que nada, nem ninguem, lhes retirava, o que eu  fazia questao de lhes dar.

Infelizmente percebi muito rapido, que o meu desafio seria exatamente esse.

Seria tao importante eu dar Educacao, Comer e Amor aos meus 3 filhos, como me certificar que ninguem lhes tiraria ou tentaria interferir com nenhum dos 3 pilares, aos meus 3 pilas.

Nao ha educacoes perfeitas, nem pode haver.

Educar uma crianca, nao e o mesmo que criar uma.

Educar tem uma componente humana, logo uma componente em que tudo e variavel.

Quando um pasteleiro cria um bolo, mesmo com a receita, as variantes, para que as coisas possam correr mal, sao imensas.

Quando uma mae educa um filho, mesmo que sem instrucoes, as  variantes para que as coisas possam correr mal, sao ainda maiores.

Mas no final, continuara a ser um problema entre mae e filho; e um problema entre eles e Deus.

Beijinhos de Mim

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diario de uma emigrante às 15:23


4 comentários

De Paula a 06.03.2014 às 19:48

Percebo muito bem o que dizes... e no fundo és uma mãe coragem, mas o amor é a única força capaz de quebrar todas as barreiras do impossível.
Eu já vou tarde para planear o número de filhos que quero ter, se é que quero mais algum, afinal, fiz tudo como queria até ao dia de hoje. Também não acho que esteja disposta a considerar uma gravidez que seria sempre de risco. Ainda assim, há outra coisa que a mim particularmente me incomoda. Sei que uma criança fica sempre a ganhar com a experiência (boa ou má) de ter um irmão, mas não posso deixar de pensar que estou a "trair" o meu filho, a não dar tudo o que posso, a colocá-lo em 2º plano... Sei que me estou a contradizer e acredito estar errada, mas se calhar não pensaria assim se o meu bebé não fosse tão frágil. Deve ser isso... afinal ele ainda precisa tanto de mim; se calhar daqui a uns anos esta sensação passa.
Beijinhos, minha querida!
És uma inspiração!

De Diario de uma emigrante a 06.03.2014 às 21:09

Vamos la por partes.
Em primeiro lugar Paulinha, MUITO OBRIGADA pelas tuas palavras de apoio e carinho. Ainda hoje dizia a Sandrinha que sao voces, que me dao inspiracao para apenas escrever sobre os meus sentimentos e a minha vida, Eu nao pretendo server de inspiracao a ninguem, pelo contrario, mas se o faco, espero que seja sempre pelos bons motivos.
Es adulta e super inteligente, sempre o foste. E assim sendo saberas o que sera melhor para ti e para o teu bebe hiper especial. Eu nao sei o que sentiria se tivesse ''in your shoes''...por isso, es tu que com a tua experiencia de super mae, de um super bebe, que me/nos podes enriquecer com o teu testemunho. Eu partilho aqui a minha visao do mundo. Considera-te convidada a partilhares aqui a tua historia, a tua visao do teu mundo.
De qualquer forma, sempre senti que quando queremos explicar as coisas a alguem, so o fazemos, quando gostamos desse alguem, de forma especial.
Nao tens que te explicar....a ninguem!!!
La porque sou doida de ter decidido ter 3 pilas, nao quer dizer que seja mais ou menos corajosa, do que qualquer uma das minhas amigas. NADA DISSO!
Mas inevitavelmente e apenas (nota!) quando o JP tinha 8/9 anos e que percebi que TUDO isso que lhe queria dar, era 90% MATERIAL....
ADORO-TE AMIGUINHA....UM BEIJINHO AOS 3 SUPER!!!!

De Anónimo a 06.03.2014 às 16:46

tu es perfeita demais....grande coragem a tua...escolher ter 3 filhos...mas nao es única. ..na tua loucura. .como lhe chamas de ter 3 filhos...eu também queria...minino 3....fiquei com o meu milagre...e admiro que tem coragem para ter família numerosa. ..nesta sociedade cada vez mais egoísta e sem valores..que nos estamos a transformar. ...love you

De Diario de uma emigrante a 06.03.2014 às 17:03

Miss you, so so so so much!!!!
Mas hoje e Quinta-Feira...o teu dia mais ocupado!
Aquele que costuma ser o meu mais calmo....mas nao foi o caso de hoje.
Amanha....agradeco-te decentemente!!!
Hoje resta-me apenas agradecer-te mais uma vez pelas tuas palavras de conforto e carinho.
Desejo e espero que a tua M.....esteja recuparada.
E lembra-te que um Milagre e apenas e tao somente aquilo que os homens nao encontram explicacoes para a sua ocorrencia e ou existencia!!!
A tua M.....tem uma explicacao simples.
Ela e fruto de um amor lindo e podes ter a certeza que tens umas contas a acertar com ela....ou ela contigo. ihihihihihihih
Beijinhos aos 3

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031