Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diario de uma emigrante

Um blog, de auto-ajuda, criado para partilhar a minha experiencia de vida e o meu dia-a-dia. Contado na primeira pessoa, enquanto emigrante, na Republica da Irlanda, desde 2005.



Quinta-feira, 10.10.13

Uma volta de 180 graus em...12 horas!

Não consigo parar de pensar nas pessoas que se suicidam.

No escuro que, as vezes, a vida parece, e na rapidez com que as coisas mudam.

Inacreditável.

Ontem tive um dia horrível.

Daqueles em que perguntamos, e que mais falta hoje, acontecer?

O Rafa tinha acordado a meia noite.

Teimou que queria vir para a nossa cama.

Eu teimei o contrario.

Resultado ao intervalo: Carla 0-0 Rafa

Depois de duas horas, a levantar-me a cada 2 minutos para ir pô-lo na cama, ele lá acabou por adormecer, ao final de eu me ter levantado, umas 80 vezes. 

Acordei exausta e ele doente. Muito doente.

Resultado final: Carla 0-1 Rafa

Ele ganhou!!!

Apesar de ter adormecido na cama dele, de manha acabei por lhe dar imenso colo, arrependidinha do que tinha feito, ja que o meu bebe acordou tão doentito.

Não adianta eu explicar que queria que ele não se habituasse a cama da mama. Não adianta eu explicar a mim mesma...

Depois de ele ter acordado com 39 de febre, se o arrependimento matasse eu não estaria a escrever, isto hoje, certamente.

Mas, ser mae, e mesmo assim...

Eram quase 12 horas e o telele tocou.

Era da escola do João.

Foi agredido com um murro e uma cabeçada. Já lhe tinham feito o curativo, mas ele rejeitou ir ao medico, afirmando que estava bem.

Mas, ontem, enquanto nao o vi, fiquei agoniada, sem perceber muito bem o que tinha afinal acontecido. Apesar das minhas perguntas, a directora de turma estava claramente com pressa.

Ele esta bem, aparte do corte no nariz.

Já nos fartamos de rir, com as brincadeiras, que o pai arranja sempre para aligeirar as situações, como esta.

As 12.20 horas chego a escola do Tomas.

Estava de castigo.

Magoou uma menina, duas vezes, só ontem, note-se. A primeira disse ''sorry'' (desculpa), da segunda, acredito que teve intenção de a magoar, pois negou-se a pedir desculpa e acabou de castigo.

Em menos de nada, os meus 3 filhos tinham tornado o meu dia, num dia bem complicado, com preocupações bem distintas, com cada um deles.

Tive de cuidar do Rafa, que a temperatura teimou em nao baixar dos 39 de febre, ate as 23 horas, falar e cuidar do estado físico e psicológico do João e falar também com o Tomas, sobre o sucedido.

O maridao depois de tantas horas de trabalho e com tamanha gripe, acabou por ir ao medico, ver se ele lhe dava umas vitaminas ou algo que o fizesse melhorar do cansaço que anda a sentir.

O Joao ja anda a tomar vitaminas.

Acho que a seguir vou eu começar a tomar umas.

Amanha vou a farmácia para o maridao, se calhar vou aproveitar e trazer para mim, também, umas vitaminas.

Cheguei a um ponto do meu dia de ontem que desatei a chorar, depois de ja ter feito tudo.

Depois de já ter cuidado dos meninos, dos almoços, das 6 maquinas de roupa para apanhar e dobrar, mais das 4 para estender, dos jantares e das cozinhas arrumadas.

Depois então permiti-me pendurar a minha capa de Super Mulher e chorar.

Só precisei de uns minutos. Levantei-me e coloquei a capa novamente. Estava um pouco mais forte do que quando comecei o dia. Pronta para mais uma noite, pensei eu.

Mas as coisas começaram a acalmar.

Vinte e quatro horas depois as coisas começaram a mudar, lentamente.

Esta manha o Rafael acordou 90% recuperado, como se o dia de ontem, fosse pura imaginação minha.

Ja estava de volta. O malandreco. Ufa que susto...

Nunca me conformo, com estas doencitas deles. Não me acostumo. Nego-me a isso.

Ao meio da manha o correio veio como sempre. Desta vez trouxe um envelope branco, só com o nome do maridao e a nossa morada. Como e normal, cá em casa, abri. Era dos recursos humanos da empresa dele. Confesso que tremi, por uns segundos. Comecei a ler.

Informavam-no que ao contrario do ano passado ele tinha sido nomeado para Empregado do Ano, não por 2 colegas... mas por 7!!!

Incluíam, tal como o ano passado, os nomes dos 7 colegas de trabalho. 

Liguei-lhe imediatamente, a informa-lo.

Para nos, tal como o ano anterior, saber que aquelas 7 pessoas, acham que ele devia ser reconhecido pelo seu trabalho, a nível nacional, e por si só, como se tivesse ganho. Mesmo!!! Sem falsas modéstias...

São 7 pessoas importantes, cada uma a sua maneira, para ele.

E um empresa multinacional. Tem 5 armazéns de logística aqui na Ilha.

Ganhar um premio desses seria irreal. Quase.

O João veio da escola, dizendo que o miúdo que o agrediu, foi 3 dias suspenso.

O maridao veio da empresa dizendo que no caminho recebeu um telefonema de Dublin.

Este ano ele não foi só nomeado.....ele GANHOU!!!

Quinta-feira vai para Dublin para a entrega do premio.

Vem sexta-feira.

Digam lá se acham, que se me dissessem isto, ontem, eu ia acreditar, que hoje, iria acordar, com um dia como este a minha espera.

Claro que não!

Por isso me lembro dos que desistem nas horas de maior aflição e desespero.

Por isso me lembro que dias melhores podem e irao chegar, certamente.

Que dias maus, todos temos.

Que dias como o de ontem são raros, mas como os de hoje, também, são.

Há que enfrentar cada dia, e se tivermos aqueles AMIGOS por perto, faz toda a diferença.

Obrigada aos meus AMIGOS de sempre, mas permitam-me, que saude, em especial os de ontem.

Mas da mesma forma que ontem chorei no vosso ombro, hoje fiz questão de vos dar as noticias boas.

Porque afinal, os meus dias e os vossos sao mesmo assim....

Ora tudo mau, ora tudo normal, ora tudo óptimo!

Beijinhos de Mim

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diario de uma emigrante às 22:12


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031