Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diario de uma emigrante

Um blog, de auto-ajuda, criado para partilhar a minha experiencia de vida e o meu dia-a-dia. Contado na primeira pessoa, enquanto emigrante, na Republica da Irlanda, desde 2005.



Terça-feira, 17.09.13

De maos dadas.

Nao sabia muito bem porque, mas hoje, ao pensar no que iria escrever, veio-me a ideia, o meu pai.

O meu pai biologico!

Ao tentar, perceber o porque de ele me ter vindo a ideia (porque acredito que NADA e por acaso), percebi que, exatamente,de hoje a um mes, ele faria anos, se estivesse, ainda entre nos.

Ocorreu-me pela primeira vez, que ja tenho 37 anos.

A idade, com que ele morreu.

Morreu de tuberculose pulmonar, tinha eu 7 anos.

Tinha porem, tomado a decisao, 5 anos antes, de recomecar uma outra familia.

Sem ter de pensar, e quase que automaticamente, a ideia de que o Samuel ''partiu'' ontem veio-me a ideia.

A ''Imagem'' surgiu assim!!!

Nesta sequencia de pensamentos, enquanto estava sentada, a espera que os meus meninos, adormecessem.

Consegui Sentir o meu pai de maos dadas com o Samuel, la no ceu!

Hoje, ao final de 30 anos, consegui imaginar o meu pai no ceu.

E nem sequer estava sozinho.

Estava de maos dadas com o Samuel.

O Samuel faria dois aninhos a 28 deste mes.

O meu pai deixou-me, tinha eu dois anos.

Quando penso nisto, as lagrimas caem-me, inevitavelmente, e para minha surpresa, pela cara.

Foi como se o meu pai, me estivesse a dizer, que apesar de nao ter tomado conta de mim, ca na terra, ele iria tomar conta do Samuel, la no ceu.

Interpreto esta ''imagem'', como que um redimir, do meu pai.

Na verdade, foi exatamente assim, que a Senti.

Esta ''Imagem'' agora nao me sai da cabeca!!!

Transborda carinho, uniao, amizade....amor.

O meu pai de maos dadas com o Samuel!!!!

Nem num milhao de anos me passaria tal coisa pela cabeca...

Inevitavelmente, pensei logo, tambem no Rodrigo.

Para os que nao sabiam, o pai do Rodrigo, morrera 15 dias antes de ele nascer.

Sem duvidas, absolutamente, nenhumas, que o Rodrigo tinha o pai dele, ja la em cima, a espera dele... no ceu.

E a historia do puzzle e de estarmos todos interligados uns com os outros, veio-me imediatamente, a cabeca.

Ainda, ontem, dizia a uma colega, que nao me tinha envolvido muito com a historia do Samuel, porque, como ja ''pressentia'' o que se iria passar, evitava ao maximo, envolver-me. E tinha ate conseguido...

E quando eu digo, que quanto mais acho que sei, mais tenho a certeza, que nada sei....esta aqui um bom exemplo, disso.

Afinal estes meninos, podem continuar a ter finais tristes, para os pais, familiares e amigos, mas para mim, cada vez mais acredito, em algo diferente.

Para os meus amigos, que ao lerem isto, lhes faz confusao, gostava que tivessem em mente um bebe na barriga da mae.

Julgo ser ''O'' exemplo.

O FINAL da gravidez e o NASCIMENTO. Certo?

Se pensarmos, entao, que o bebe, tal como nos, humanos, tem um determinado tempo de duracao, enquanto, naquela forma de vida...percebemos que nos humanos, tambem temos uma duracao de tempo, enquanto nesta forma de vida.

Se pensarmos que o bebe, nao anda, nao fala, nao come, nem bebe, nem vai ao WC, mas ainda assim vive e faz tudo isso.

Apenas de formas diferentes, daquelas que conhecemos. 

O FINAL DA GRAVIDEZ, NAO E SINONIMO DE MORTE, MAS DE NASCIMENTO, entao....certo?

O bebe nao morreu por nascer...

Apenas comecou uma nova fase da sua vida.

Todos sabemos que fomos bebes, mas nao nos lembramos de nada, desses tempos, na barriga das nossas mamas, certo?

A determinada altura, o bebe esta pronto para nascer...e sair dessa forma de vida.

A determinada altura, nos tambem!!!

Da mesma forma que o bebe, nao precisa mais do utero da mae, para sobreviver, nos tambem nao precisaremos deste corpo, para continuar o caminho.

Nao acabamos, ou melhor, nao e o fim, so porque morremos.

Apenas, tal como o bebe, recomecamos uma nova fase, da nossa existencia.

Nao precisamos mais deste corpo, torna-se um estorvo, para seguir em frente.  

Na hora da morte, e esta cientificamente provado, o corpo perde, exatamente, 20 gramas!

Eu intrepeto como a nossa saida, do corpo.

UM NOVO RENASCIMENTO.

O que impede de acreditarmos nisto?

A falta de FE...acima de tudo, em nos, depois, num ser superior.

Eu chamo-lhe Deus.

Tenho a certeza, que no minino, vos vou deixar a pensar....

Beijinhos de Mim. 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diario de uma emigrante às 14:24


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930