Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diario de uma emigrante

Um blog, de auto-ajuda, criado para partilhar a minha experiencia de vida e o meu dia-a-dia. Contado na primeira pessoa, enquanto emigrante, na Republica da Irlanda, desde 2005.



Terça-feira, 03.09.13

Felicidade... a quanto obrigas!!!

Vamos la assumir e colocar a mao no ar...quem nunca o fez.

A nossa amiga, prima, vizinha, tia, teve um bebe.

Veio para casa da maternidade ou do hospital. Chegou a algumas horas e ja estamos nos, mulheres, em casa dela, certo?

So percemos a falta de oportunidade, quando formos maes, ou as vezes, nem assim.

Claro que depende de quem visita e quem e visitado.

Mas o que quero partilhar, convosco, hoje, e bem mais profundo, e vai para alem disso.

Quantas perguntas fazemos sobre o bebe?

Imensas, certo?

Quantas perguntas fazemos sobre a mae?

Va la....pensem...poucas!

Perguntamos coisas como ''Entao como foi?'' ou ''E depois?'' ou ''A serio?'' e ''Quanto pesa?'' e ''Quanto mede?'' e '' Dorme bem?''...............

Quantas de nos ja foi mae, e quantas caimos na mesma armadilha?

Naquela armadilha, de continuar a perguntar, as mesmas perguntas, tolas.

Quando e que vamos comecar a perguntar, sobre como se esta a SENTIR a mae e o bebe...

Cada vez mais as maes tem depressoes, pos-parto.

De certa forma, sinto que todas, temos a nossa parte de responsabilidade.

Muitas vezes, esquecemo-nos de perguntar a nossa amiga, coisas tao simples, como, se tem dormido bem. Tao simples como isto.

O tom da resposta e igualmente um INDICADOR importante.

Veio um sim com alegria e conviccao ou a medo? Esse, pormenor, pode ser revelador de algo mais.

Todos querem saber do bebe, nos primeiros dias.

Mas quando a rotina se instala as coisas podem ficar piores. Ou podem comecar a piorar.

O marido volta ao trabalho.

A nossa amiga ve-se, sozinha, com um bebe dentro de quatro paredes.

Todos voltam as suas vidas. Mas a da nossa amiga agora e diferente. Completamente diferente.

Deu uma volta de 180 graus. As suas rotinas ja nao sao as mesmas rotinas. E o bebe chora de dores ou fome.

Mas o bebe chora e antes nao chorava.

Antes tinha tempo para tomar banho e ir ao cafe. Tinha tempo para as amigas e ir passear.

Agora com o bebe, a tralha, e tanta, que a vontade de sair de casa, e devorada, pela ideia de ter de'' fazer-lhe as malas'' ... so para ir ao cafe.

Acaba-se muitas vezes por nem ir.

Ou, tambem, porque esta muito calor ou muito frio, e nem um, nem outro, sao bons para o bebe.

Novamente metida em casa.

E tudo isto sem sequer ainda ter saido.

Ate ao dia da vacina ou da consulta medica. Porque ai tem-se que ir! Qual mae qual que....e para o bebe, tem-se de ir!

E, nesse momento, nao interessa se esta muito frio ou muito calor. O bebe sai de casa. A mae sai de casa.

Existe aquela mae, que se arranja, como se fosse tomar cafe, com as amigas, porque, finalmente, vai sair de casa. E a outra mae...a que vai mesmo em fato de treino, ja que o que SO importa...e o bebe! Ela ja nao conta. Ela ja nao importa. Porque todos lhe fizeram questao de lhe perguntar SO pelo bebe. Porque ela nao importa. Ela ja nao importa.

Mas, esperem, mais um pouco.

Vamos ver, se assistimos da primeira bancada, aquela outra, mae, que saiu toda arranjada. Nao estara SO, a tentar dizer com suas vestes, que, afinal, ela tambem conta.

Quer lhe perguntem ou nao, de como ela esta.

Provavelmente vai demorar mais tempo, ate os outros (os familiares e amigos) se apreceberem, que afinal, algo nao esta bem.

Ela esta toda bonita e contente!

Claro que esta contente...ela teve o seu bebe.

Neste momento, pergunto, se o facto de ter realizado, o seu sonho, sera por natureza, impeditivo de ser uma tarefa, ainda assim, ardua e manhosamente dificil, esta a de ser mae.

Lembram-se do nosso alpinista, que para realizar o seu sonho acabou por ter que ver, a posteriori, membros amputados?

Mas, onde fomos todos, buscar a ideia de que, concretizar sonhos e ficar feliz, significa, nao sofrer fisica e psicologicamente?

Ja nao bastava o limpar o po a casa, aspirar a casa, limpar os WC, limpar os chaos dos WC, limpar os moveis da cozinha, varrer o chao da cozinha, limpar o chao da cozinha, planear o almoco, planear o jantar, fazer o almoco, fazer o jantar, por a mesa, levantar a mesa, limpar a mesa, lavar a louca, guardar a louca, lavar as roupas, estender as roupas, apanhar as roupas, dobrar as roupas, passar a ferro as roupas, guardar as roupas, ir as compras do supermercado, preocuparmo-nos com as contas da luz, do gaz, da agua, da renda, dos seguros da casa e do carro, dos anos da sogra e do sogro e dos primos e dos tios...

Ainda assim, somos seres humanos.

E, como tal, nao nos dando como satisfeitas, queremos ser maes!

A juntar a lista acima (nao fosse eu a miuda das listas!) vamos entao acrescentar mais uns afazeres. Coisa pouca. Que nos mulheres e maes, nao fazemos por menos, e afinal e tudo a grande. Ate as listas...

Vamos adicionar uns anitos de noites mal dormidas, de biberoes para lavar, de leite para tirar, de sopinhas e papinhas para fazer e aprender, de fraldas para trocar, de roupas para vestir e... despir, de banhos para dar, que nao o nosso proprio banho! Sim, porque, depois disto tudo para fazer, o que nao sobra e mesmo tempo para a porra de um duche de 5 minutos. E nao ha ca esticar o cabelo, nao va la, o barulho do secador, a uma da manha ainda acaba por acordar o bebe. E la se vai mais uma noite...ou umas horas, ja que daqui a uma horita, ele acorda para mais um leitinho. 

E depois acham coisa de ricos....isto de depressao pos-parto.

Ufa!!! que so de pensar nisto tudo fiquei exausta.....

Pensem nisto....sim???

Beijinhos de Mim.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diario de uma emigrante às 14:19


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930