Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diario de uma emigrante

Um blog, de auto-ajuda, criado para partilhar a minha experiencia de vida e o meu dia-a-dia. Contado na primeira pessoa, enquanto emigrante, na Republica da Irlanda, desde 2005.



Sexta-feira, 16.08.13

Carta aberta a uma Amiga

Amiga:

 

Tambem, tu, hoje, deixaste-me a pensar muito. E, tambem, eu ponderei antes de te escrever, esta carta aberta (afinal, ate parece que esta na moda!).

Faco questao, que outros, meus amigos tenham a nocao do que representas para mim, independentemente do futuro.

Acredito que os verdadeiros amigos, nos provocam sensacoes unicas e variadas.

Acredito que aprendemos realmente e evoliumos com eles, normalmente para sermos seres humanos melhores.

Acredito que apenas com a partilha das nossas vidas, e de quem nos somos, uns com os outros, podemos ambicionar elevarmo-nos ao patamar seguinte, na evolucao interior de cada um de nos.

Hoje fiquei profundamente triste e magoada.

Nao me lembro de pedires nada, nunca, no pouco tempo que nos conhecemos, apesar da intensidade do que vivemos.

Nao acredito, sequer, que es do tipo de pessoa, de pedir o que quer que fosse para ti, de animo leve.

E hoje pediste, e nem sequer era para ti ou para os teus.

Pediste, tenho a certeza que depois de muito ponderar, para os teus amigos ajudarem, economicamente,um menino- o Samuel. Com o objectivo unico, desses pais procurarem ajuda medica, alternativas, no estrangeiro. 

Quem me conhece, sabe que numa situacao, normal, eu daria o mais que pudesse.

Como dou tantas e tantas vezes, a tantos e quase sempre no silencio, no anonimato.

Nao o faco, nem nunca o fiz por vaidade ou protagonismo.

Detesto isso!

Ja dei a ajuda que podia, para os pais do Samuel.

Quando foi pedida a ajuda para manter ambos os pais deste menino, ao pe dele...ate ao fim!!

Nunca dei ao Rodrigo, pela mesma razao que nao posso dar agora.

Eu!!!

Eu SINTO o que esta reservado para eles, pais e filhos. Com todas as tristezas e alegrias que isso me traz.

Tristeza como no caso do Rodrigo e do Samuel.

Alegria como no caso da Mimi.

Consegues imaginar a minha amargura?

Lembro-me, (ainda me acontece isso) de ver um dinaussauro e uma capa de edredon com o mesmo tema, e ficar tentada a comprar e enviar para o Rodrigo. Mas nunca o fiz. Era so a lembranca de que ele adorava dinaussauros, como o meu J.P.. Tenho livros e livros sobre dinaussauros.

Racionalmente sabia, SENTIA melhor dizendo, que ele nao se iria gozar dele. Que ia ser mais uma daquelas coisas a que a mae se iria agarrar para chorar a sua morte. Quase que a conseguia ver agarrada a todos os presentes que as pessoas foram mandando.

Espero que estes pais, nem nunhuns outros, se apercebam, do que estou aqui a dizer.

Tenho a nocao da seriedade do que digo.

Nao, nao sinto isso com toda a gente, nem sempre. So com alguns.

Uns pelos bons motivos, outros pelos menos bons.

Todos nos vamos morrer. E inevitavel.

Vou aqui, pela primeira vez, assumir, para quase todos os meus amigos, que sou uma seguidora mais da doutrina espirita do que da religiao catolica.

Para mim a linha entre as duas e muito tenue. Mas isso sou so eu que acho, presumo.

Se somos todos filhos de Deus,( e julgo que ja aqui falei sobre esta minha visao do mundo) nao e a morte de uma crianca, de um adulto ou de um idoso, que interessa, neste mundo, mas a capacidade de superar, lidar, aceitar, crescer, com tamanha perda, por cada um de nos.

Esse, para mim, e o verdadeiro significado da vida- crescer interiormente com os obstaculos que a vida nos propoe, uma delas e a aceitacao e a fe na morte.

So assim o mundo me faz sentido. So assim a nossa existencia efemera me faz sentido.

Conhecemo-nos atraves da Mimi.

Talvez seja dificilimo para alguns acreditar, que nunca nos vimos pessoalmente.

Tens me apioado a 200% neste meu blog. Mais do que qualquer um podera imaginar.

Sabes do meu sonho de escrever um livro. Sabes que ja esteve mais longe de acontecer. Percebeste rapidamente que os comentarios aqui deixados, sao tudo o que preciso, de todos os que leem este blog. Nao no facebook.

Vejo-o como uma possivel porta para uma editora me contactar. Percebeste isso, quando quase ninguem percebeu, isso, ainda.

Temos conversas de puro desabafo e foste tu que me aguentaste firme, dia apos dia, antes de eu ir de ferias, quando estava um farrapo, e so alguns sabiam, do quanto farrapo estava.

Recebeste-me na tua vida, na pura merda, em que a minha estava.

E quando me pedes algo, nao consigo retribuir...

Desculpa.

E me particularmente facil, colocar na pele dos outros. Mesmo aqueles que cortei da minha lista, a da famosa lista, da dieta das pessoas.

Mas entendo que seja quase impossivel para quem nao SENTE o mesmo que eu, entender-me.

Nao procuro, assim, pela tua compreensao. Procuro a tua solidariedade, para nao me julgares. Porque tambem descobri, que e tao facil julgar os outros, mesmo nao dispondo de todas as informacoes e vivencias. Tento assim nao julgar, ninguem. Aprendi isto ha muito pouco tempo. Indirectamente, foi a Mimi que me ensinou, esta licao.

Tenho a agradecer-te por tudo o que tens sido na minha vida.

Independentemente do que eu represento na tua.

Tu ensinaste-me que havia na vida, amigos de varios tipos, cores, tamanhos e feitios.

Foste tu, sabias?

Indirectamente ou nao. Nao interessa.

Em pouco tempo, percebeste-me e soubeste-me'' ler'' muito facilmente, como se isso fosse facil. ihihihih

Respeitaste-me sempre, apesar de nao acreditares no Tarot, por exemplo. Sempre falamos disso abertamente sem qualquer tipo de tabu.

Mas respeitaste-me sempre, quando te falei pela primeira vez, do que SENTIA, sobre o Rodrigo, sobre o Samuel, sobre a Mimi e sobre o Ruben.

Nao es a unica que sabe...a B. tambem sabe. O maridao tambem.

Pela dificuldade de falar sobre o assunto, e-me dificil confiar em alguem sobre este meu sexto sentido.

Sabes como me sinto se pensar neste meu sexto sentido?

Sabes o filme ''extreminador'', em que um ser diferente (robot, no filme) vem do futuro, que aos olhos dos outros e igual, mas que sabe de coisas e nao pode dizer?

Porque a humanidade nao o entenderia nunca, ou ate, porque ainda nao estao preparados para entender, ou ate mesmo porque muitas coisas nao valem a pena serem ditas, porque o futuro vai acontecer, de qualquer das formas?????

E assim que me sinto. Sozinha muitas vezes.

Assisto as ''coincidencias'' acontecerem a toda a hora.

Ainda ontem, o meu blog dos iogurtes, por exemplo. Sabia la eu, que o jumbo tinha iogurteiras, em promocao, a 14.95 euros...quando elas custam o dobro.

Mas a verdade e que estava a ajudar varias pessoas ao mesmo tempo. Uma colega com as receitas que coloquei e outra que nao conheco e nem faz ideia de que EU lhe oferecerei uma iogurteira. Fora aquelas que nem sei que ajudo, ao lerem este blog.

Quando soube que ia poupar 15 euros foi para mim, por si so , receber em dobro. Ainda por cima a de 7 potinhos, a minha preferida.

Ha coisas a acontecerem na minha vida, Amiga, que tambem sao estranhas para mim.

As vezes, penso que sou capaz de ir mais alem, do que a moiria das pessoas ao meu redor.

Nao me intrepetes mal, nao e estar armada em convencida.....e recear o que sinto!

E ter que me calar muitas vezes, com medo das reaccoes, dos meus proprios amigos e familiares. Aqueles que e suposto estarem la para mim. Mas que TU me ensinaste, a que ha amigos proprios para tudo. Por isso, ainda so vou tendo a B. para me abrir completamente. Porque ela sabe que quando eu digo, espero estar enganada, eu espero mesmo estar enganada.

E em relacao aqueles meninos....sempre te disse, o que sinto.

DESCULPA-ME, se nao posso ajudar os pais do Samuel, a contarem com o meu dinheiro, para levarem o seu menino para o estrangeiro.

Espero que eles nunca leiam este blog!

Ou esta carta aberta a uma Amiga!

Beijinhos de Mim.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diario de uma emigrante às 14:47


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2013

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031