Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diario de uma emigrante

Um blog, de auto-ajuda, criado para partilhar a minha experiencia de vida e o meu dia-a-dia. Contado na primeira pessoa, enquanto emigrante, na Republica da Irlanda, desde 2005.



Sábado, 28.09.13

Pedro....hoje lembrei-me de ti!

Sinto-me exausta!

Estou tao cansada.

Fisicamente e psicologicamente.

Psicologicamente, vao-me desculpar, mas as razoes, vao ficar no dominio, privado.

A pouco e pouco, sei que vou desabafando aqui e ali, mas para ja, fica mesmo so para mim.

Fisicamente e sim, pode-se dizer que afecta um pouco o psicologico, o facto do maridao estar a trabalhar 12 horas por dia, desde segunda-feira. Hoje ja e sabado e as previsoes, sao que ele so estara em casa no proximo sabado. Depois de amanha, ou seja, proxima segunda, vai comecar as 11 horas da manha e acabar la para as 3 horas...da manha! E Terca esta destinado a la ir novamente...por 8 horas ate ao resto da semana. Sei que ele nao gosta que eu fale dele. Mas ha certos aspectos de ser emigrante, que acho importante, partilhar aqui.

Nao me acredito que haja uma empresa em Portugal que pratique esta carga horaria.

Engracado, que ontem ele veio mais cedo, doente. Mas preferiu vir mais cedo, e hoje ir novamente, para mais 12 horas.

Ontem, ao telefone com a minha mae, ela la me foi fazendo rir.

-''Entao, mas ele agora nao e chefe dos chefinhos?''

-''Pois mae, mas as responsabilidades tambem sao maiores, por isso mesmo. Ele tem e faz questao, de estar la, com os dois turnos. Entao, ele esta 6 horas com o turno de dia e 6 horas com o da noite. Eles tambem estao a trabalhar 12 horas por dia... mas uns de dia e outros de noite.''

(Ai Pedro, como me estou a lembrar de ti....) IIHIHIHIHHII

Sempre foi a nossa forma de estar na vida. Dar o exemplo. Ser o exemplo.

E o emprego dele...de 3 em e meses, e assim, sempre!!!

Por isso, nunca posso ir no Natal ou no Ano Novo, a Portugal.

Hoje em dia ja me acostumei.

Este ano, por exemplo, ou pego nos 3 mosqueteiros e percorremos 44 km, em pleno Inverno, na Irlanda, e vamos ter com o pai para passar a passagem de ano....ou meto-os na cama, pego no telemovel e ligo-lhe as 23.55, a desejar um Bom Ano.

Ja sabemos que vai estar a trabalhar.

Mas ja foi dizendo que os que morarem perto do trabalho, vai deixa-los ir a casa...se prometerem voltar depois. ihihihihihi

A verdade, e que e, exatamente, o facto de ele estar fora de casa por 14 horas, desde segunda-feira, que faz com que eu fique, sozinha, a guiar o barco ca em casa. E como devem imaginar e um bocadinho cansativo.

Sempre que ele tem que trabalhar a dobrar, fora de casa, eu tambem tenho. Ja que a minha ajuda....e ele!

Temos as nossas tarefas tao bem defenidas, que nem e necessario falarmos sobre elas.

Se morassemos mais perto da empresa, as coisas podiam ser bem diferentes. Ele podia vir, a meio do dia, a casa.

Mas como compramos casa, agora nao a conseguimos vender, ja que com a crise, os imoveis desvalorizaram, tal como em Portugal.

Por isso, eu dizer, muitas vezes, que ficamos presos, na Ilha.

No ''Jogo do Emigrante'' como diz uma amiga...

Beijinhos de Mim.

PS. Este ano, nao queria ter mensagens de telemovel ou no Facebook...desejava receber POSTAIS DE NATAL!!!

Pode ser? ihihihihihiihih

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Diario de uma emigrante às 14:15



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930